ECONOMIA DE ÁGUA

0
3725

O longo período de estiagem que assola a região de São Paulo e o sertão Nordestino vem mostrando que não se deve depender apenas de chuva para garantir o abastecimento de água da população brasileira. Já sabemos que muitas coisas devem ser feitas para que não nos falte água. Políticas de gestão racional dos recursos hídricos cabem aos políticos, mas o combate ao desperdício deve começar em nossa casa. E a melhor forma de se obter sucesso nesta tarefa é aliar bons hábitos (fechar o chuveiro enquanto nos ensaboamos, fechar a torneira da pia na escovação dentária, lavar o carro usando balde, etc.) com instrumentos que reduzem o consumo de água sem comprometer sua eficiência.

Se você quer realmente começar a economizar água na sua residência, de modo eficaz, vai encontrar diversas opções no mercado que casam com sua ideia. São louças e metais sanitários, kits que captam e armazenam água da chuva, projetos de reaproveitamento de águas servidas (do chuveiro e das pias) para lavagem de piso e irrigação do jardim e até reaproveitamento da água que sai do ar condicionado são alternativas disponíveis.